Zaragoza é Mobiliário

Feira do Mobiliário de Saragoça só veio confirmar as boas percepções que, desde a abertura da feira, ficaram evidentes durante a celebração deste evento. Ao fim de quatro dias, o sector mostrou o seu compromisso com Saragoça como evento de referência e fê-lo através de um elevado número de visitas e de uma grande e ativa vontade de negócio. A sua atividade confirma o lema com que começou esta oitava edição da feira: Saragoça é mobiliário.

A satisfação tem sido o tom geral tanto das empresas presentes na Feira do Móveis como dos visitantes. É, nas palavras dos expositores do evento, um bom equilíbrio que confirma a FMZ como o encontro profissional que reúne oferta e procura num ambiente marcado pela qualidade, design e inovação. Neste sentido, as empresas expositoras têm realçado o volume de visitantes, mas sobretudo a qualidade e interesse dos profissionais. Da mesma forma, eles destacaram o alto nível de contatos e negócios que fizeram do primeiro ao último dia da feira, por meio de pedidos já fechados, ou como dizem no setor, “muito foi assinado”.

O FMZ.2022 cumpriu seu objetivo de se tornar o espaço ideal para incentivos e negócios em que fabricantes, fornecedores e comerciantes diretos se reúnem. A trajetória deste evento tem estado em plena ascensão e, como explicou o diretor geral da Feria de Zaragoza na cerimónia de abertura, “é o espetáculo que mais cresceu na história da nossa instituição”.

Nesta edição da Feira do Mobiliário, foram trabalhados quatro eixos: design, internacionalidade, canal de contratação e digitalização.
A digitalização também ganha espaço na FMZ, onde expositores e visitantes tiveram acesso a ferramentas digitais inovadoras que facilitaram a organização e a realização de sua visita. Um aplicativo móvel renovado com múltiplas possibilidades, os planos interativos dos pavilhões e a nova ferramenta Digital Info Point são algumas das ações que foram aprimoradas este ano e foram muito bem recebidas.