Maison & Object – Made in Portugal Naturally

A edição da Maison & Objet de março de 2022, que se realizou entre os dias 24 e 28, marcou a longa história de participações portuguesas no prestigiado certame francês. Em adição ao sempre elevado número contingente nacional, esta foi a primeira edição de sempre que contou com uma área exclusivamente dedicada às empresas e produtos nacionais, designada por “MADE IN PORTUGAL naturally at Maison & Objet”.

O retorno de visitantes estrangeiros à Maison&Objet Paris foi um dos principais destaques desta edição: 1 em cada 3 visitantes presentes eram estrangeiros, um aumento de 36,7% em relação à edição de setembro. Essa vasta proporção afirmou a escolha dos expositores que optaram por esperar mais dois meses para lançar seus novos produtos. Muitos deles conheceram novos clientes do mercado de exportação. Quase 1.800 visitantes britânicos, que não estiveram presentes em setembro por causa das restrições de viagem, estavam ansiosos para percorrer os corredores da feira. Da mesma forma, mais de 850 norte-americanos, cerca de 1.100 habitantes do Oriente Médio e 200 visitantes da Índia, estiveram presentes para fazer pedidos.

Outro indicador da empolgação com a feira foi o número de pedidos feitos por especificadores (34% dos visitantes) e pela indústria hoteleira (cerca de 2.500 profissionais). Igualmente, ciente de que os atrasos na cadeia de suprimentos e a inflação experimentados nos últimos meses podem continuar até final do ano, o comerciante prepara-se assim para o início de setembro até o final do ano!

Foi no pavilhão 6, stand F112 – G111, da Maison & Objet que encontramos o espaço de cerca de 700m2 reservado para as empresas portuguesas. O centro deste espaço esteve preenchido com uma Mostra de produtos da Fileira Casa Portuguesa. Com a coordenação da APIMA e da AICEP e curadoria da designer Tânia Peixoto, a exposição incluiu mais de 100 produtos de cerca de 40 empresas, procurando promover os valores de diferenciação, arrojo e complementaridade que caracterizam esta fileira.

Integraram os stands do espaço “MADE IN PORTUGAL naturally at Maison & Objet” as marcas Serip, Salma, Magyk, Botaca, Hatt, Memoir Essence, Wonderlight, Bateye, Wood Tailors Club, Villa Lumi, A.Brito, Zagas, Aldeco, Casa Magna, Made to Last, Animovel e Relax Vanguard Atelier (RVA).

Num período de grandes desafios para as empresas nacionais, este certame posiciona-se como de grande relevância para os objetivos anuais destas marcas, o que justifica a visita ao stand português, no dia 24 de março, por representantes das instituições públicas mais relevantes. João Neves, Secretário de Estado Adjunto e da Economia, Nuno Mangas, Presidente do Compete, e Rita Araújo, Administradora da AICEP, conheceram a oferta e dialogaram com as dezenas de empresas portuguesas presentes num dos maiores eventos do mundo desta fileira.

A Fileira Casa Portuguesa é constituída por mais de 7 500 empresas, que representam cerca de 61 mil postos de trabalho e um volume de negócios de 3,3 mil milhões de euros. Os diversos setores que a integram são responsáveis por cerca de 4,5% do total de exportações da economia nacional.

Com 7 salas e Maison&Objet In the City (um novo itinerário em Paris que apresentou cerca de 90 prestigiosos showrooms), a feira reuniu com sucesso toda a indústria, misturando marcas que apresentaram novos produtos com novas marcas cuidadosamente selecionadas que merecem destaque. Esta sessão atraiu 51.656 visitantes de 136 países e 1.811 marcas de 53 países.