Cortiça chega à ARCO Madrid

Cortiça chega à ARCO Madrid

O artista espanhol Lázaro Rosa Violán desenvolveu o conceito criativo do espaço, na feira internacional de arte contemporânea da capital espanhola.

A Sala VIP da ARCO Madrid está revestida e decorada com cortiça, numa materialização do inesperado conceito criativo desenhado por Lázaro Rosa-Violán. Numa colaboração que conta ainda com Revista AD, a Corticeira Amorim disponibilizou diversas soluções técnicas e materiais decorativos desta matéria-prima, nomeadamente pavimentos Wicanders, placas e rolos com múltiplos visuais de cortiça, Cork Fabrics, Cork Wall, assim como aconselhamento técnico.

Esta parceria permitiu valorizar a unicidade estética da cortiça, e explorar a singularidade natural deste material, como a durabilidade e a leveza, num espaço tão exclusivo do certame de arte contemporânea, mais atrativo e relevante, do mercado espanhol.

A sala VIP – um espaço artístico exclusivo, que ocupa 1.200 metros quadrados, desenvolvida por Lázaro Rosa Violán Studio - é o local privilegiado onde galeristas, colecionadores e convidados especiais podem descansar, apoiados em mobiliário que incorpora também cortiça, estabelecer contactos e agendar reuniões. O espaço acolhe um restaurante explorado por Vilaplana, com a direção gastronómica do chef peruano Rafael Osterling.

Lázaro Rosa Violán Studio, que visitou previamente a Corticeira Amorim para conhecer todo o ciclo produtivo da cortiça e o vasto portefólio de produtos e soluções, em declarações à revista AD, explica: “até agora, [a cortiça] foi usada apenas de maneira tímida e oportuna. Em alguns projetos (…) incluí pequenos detalhes, mas agora quero usá-la de uma forma muito invasiva: pisos, paredes, lâmpadas, mesas, bancos… até mesmo no balcão do bar (…). Jogo com a materialidade e a luz, com base em transparências, com a cortiça em folhas muito finas que são mais sólidas ou mais transparentes, que ainda têm microperfurações, e variam a intensidade da iluminação.”

Cristina Amorim, da Corticeira Amorim, destaca: “Lázaro Rosa Violán conseguiu realçar a cortiça de forma extraordinária, exibindo as suas características estéticas e valorizando a cortiça enquanto material natural de excelência e os nossos produtos e soluções técnicas, sobretudo com um design moderno e arrojado. O resultado foi um claro equilíbrio entre os visuais naturais e o conforto que a cortiça confere em termos acústicos e de resistência ao impacto”.

No panorama da arte contemporânea, a Corticeira Amorim tem marcado presença nos principais eventos internacionais e estabelecido uma relação de proximidade com designers, arquitetos e criativos, através dos quais têm sido exploradas as infinitas potencialidades da cortiça.

Facebook Twitter Google+ Pinterest

Deixe um comentário

×

Log in

×

Inscreva-se para se manter em contato!

Seja o primeiro a conhecer ofertas especiais e acordos exclusivos da Mobiliário em Notícia e dos nossos parceiros.

Check out our Política de Privacidade & Termos de Utilização
Você pode cancelar a assinatura da lista de e-mail a qualquer momento